O AI da DeepMind irá acelerar a descoberta de drogas, prevendo como as proteínas se multiplicam

Um novo projeto de rede neural radical pode superar grandes desafios em IA
28 de dezembro de 2018
Uma calma antes da tempestade de produtividade da IA
20 de Janeiro de 2019
José Roberto Madureira Junior
publicado por José Roberto Madureira Junior, 4 de Janeiro de 2019
Consultor na área de Tecnologia da Informação. Pesquisador em Inteligência Artificial e professor de cursos técnicos e tecnológicos no Centro Paulo Souza.
O Google DeepMind desenvolveu uma ferramenta para prever a estrutura das proteínas a partir de sua sequência genética, marcando um exemplo notável de uso da IA no processo de descoberta científica.